As Cavalas do Jamie.
2

As Cavalas do Jamie.

Cavala do JamieJamie Oliver. Gosto daquilo que tu fazes. Sempre gostei. Encara isto como uma carta aberta de amor culinário. Mesmo que muitos digam que não és um cozinheiro e que és o mal do mundo, eu gosto das coisas que fazes. E estas Cavalas que eu vi no teu programa das refeições em 15 minutos são um bom exemplo. Copiei tudo. Fiz tal e qual como dizias. Caramba. Ficou maravilhoso Jamie. Maravilhoso!

Jamie. Gostei da forma simples como fizeste este prato. Sem complicações. As Cavalas são temperadas com sal e coentros em pó. Ficam alí um pouco a ganhar sabor. Enquanto isso partias o tomate e dispunhas na tábua. Já o cuscuz estava a cozer com uma gotas de limão. Tudo ao mesmo tempo. Porque é necessário encaixar isto nos 15 minutos que apregoas. E até está bem. Não acho que demore mais do que isso.

Temperas o tomate com sal e uma golpada de vinagre balsámico. Fazes tu muito bem. Até ao “chilli” que colocas tiro o chapéu. Fica mesmo com um kick extra no sabor. No meio dispões os cuscuz. Está feita a base de sabores. Umas folhas de manjericão aqui e ali completam a frescura deste prato. Bom para um dia de primavera.

Azeite bem quente e lá entram as cavalas. Não andar a mexer muito. Porque se quer a pele estaladiça. Lá dizias isto enquanto abanavas a frigideira. Pois bem. Concordo contigo. Deixar o peixe cozinhar sem andar a virar de um lado para o outro vai dar-lhe muito mais sabor e um crocante na pele. Concordo contigo. Fiz igual.

Virei as cavalas e juntei alhos esmagados com umas folhas de rosmaninho como disseste. Os aromas tomam logo conta do ar. E isso ajuda à motivação extra para arriscar neste prato. Fácil. Muito fácil mesmo. Dou-te os parabéns por isto.

Até no molho de iogurte magro com rábano tenho de te agradecer a ideia. É que nunca tinha comido isto com peixe e digo-te Jamie, é uma coisa bem boa para um peixe grelhado. Já ando aqui a magicar se com iogurte e limão também não será uma boa combinação para a grelha.

Cavala do Jamie

Empratei na tábua, tal como fizeste. Pois basta dispor tudo no centro e levar para a mesa. E além de saboroso é um prato bonito. 15 minutos bastaram para o fazer. Fresco. Leve. Delicioso. Acompanhei com uma garrafa de Spätlese que sobrou do fim de semana. Porque queria algo bem fresquinho e bem aromático.

Obrigado Jamie. Sabes bem que gosto do que fazes. Foi pela tua mão que comecei a cozinhar. E mesmo agora que já sei um movimento ou dois, continuo a olhar com admiração para o que pude aprender contigo. És o maior, Jamie!

 

2 colheradas em “As Cavalas do Jamie.

  1. Gosto!!!!! pena que a zon nao transmita o 24 kitchen 🙁 mas ele é assim qualquer coisa de…. bom… salvo seja claro!! e alem de ser uma cozinha simples e saborosa, é daquelas que apetece experimentar tudo o que ele ensina… e este prato deve ser realmente ‘delicious’.

  2. Sim concordo é uma pena que a Zon não transmita a 24Kitchen é um canal fabuloso. Quanto ao Jamie Oliver para mim é dos Chefs que em todo o mundo melhor consegue fazer transmitir o quanto AMA cozinhar e cativar as pessoas para a cozinha… arrisco-me mesmo a dizer que senão fosse por este grande Homem eu talvez nunca teria descoberto o quão completo fico dentro deste mundo e o quanto ele me continua a apaixonar. Assim como eu e o Rodrigo arrisco a dizer que muitos mais ficaram presos a Cozinha por culpa do Jamie

Responder a Diogo Quintas Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *